Verão: cuidados vão além do uso do protetor solar

Muita proteção
Mais do que protetor solar.

No verão pode haver também crises alérgicas de rinite, bronquite e asma, além de problemas com garganta e ouvido.

Verão e diversão combinam, certo? Mas, para chegar inteira até o final da estação é preciso estar atenda aos cuidados, e não estamos falando só dos protetores solares.

Já falamos aqui, no Maternidade Moderna, sobre a importância do uso do protetor solar nos pequenos. Se não viu a matéria, confere aqui neste link.

Mas o que muitas pessoas não se atentam é que o cuidado vai além da proteção da pele. Neste período pode haver também crises alérgicas de rinite, bronquite e asma.

Outras pessoas podem sofrer com problemas de gargante ou ouvido. E fica a dúvida: é possível prevenir? Sim, segundo os especialistas que o Maternidade Moderna consultou. Vem conferir.

Alergias

No verão as alergias são provocadas pelo clima mais seco, que pode irritar a mucosa das vias respiratórias, facilitando o aparecimento das crises.

Outra causa de crises é o cloro das piscinas. Mesmo em quantidades pequenas, o cloro pode causar uma irritação da mucosa nasal e um ressecamento. A dica é tomar banhos de água doce após o mergulho. Também é bom evitar entrar na piscina logo após a limpeza, pois o produto ainda não estará bem dispersado na água.

Ah, e não se esqueça de hidratar bem, bebendo bastante água, pois a desidratação provocada pelo calor intenso prejudica a produção das secreções naturais lubrificantes e protetoras nasais.

Para ajudar a evitar as crises a dica é umidificar o ar do ambiente com bacias de água ou umidificadores e fazer lavagem nasal, que pode ser feita com soro fisiológico, no banho ou com produtos específicos para isso.

Garganta

Calor combina com sorvete e bebidas geladas, certo? Ou ainda com ar condicionado e ventiladores, afinal a palavra de ordem é refrescar.

Mas é preciso tomar cuidado, pois o contraste em relação a temperatura corporal pode causar o ressecamento da mucosa da garganta, que reduz a produção de secreções e a deixa mais suscetível ao ataque de microorganismos.

Ouvido

Depois de alguns dias na praia ou na piscina pode acontecer de ter dor de ouvido. PPode ser otite.

Isso acontece porque a exposição à água (piscinas, praias, saunas, rios, mares ou lagos) durante muitas horas facilita a remoção da cera de ouvido ou pequenas escoriações, tornando-se uma porta de entrada para micro-organismos.

Isso sem contar que o excesso de umidade local torna-se perfeito para a proliferação de bactérias, fungos e vírus, causadores das otites.

De acordo com a otorrinolaringologista Dra. Milena Costa é preciso secar bem os ouvidos com a ponta de uma toalha. Se sentir a presença de água dentro do conduto, a indicação é deitar a cabeça para o lado e encoste a orelha em uma toalha para que o líquido saia.

“O ouvido úmido pode causar coceira, mas é extremamente importante não introduzir nenhum tipo de objeto dentro do ouvido para aliviar a sensação, como hastes flexíveis. É preciso prestar atenção principalmente nas crianças, para que não se machuquem”, orienta a Dra. Milena.

A médica ainda alerta que em caso de dores, não se deve pingar remédios caseiros no ouvido e é necessário procurar um otorrinolaringologista para obter a orientação adequada.

Caso o problema persista, o tratamento deve ser feito com remédios e acompanhamento profissional.

Outra coisa que pode acontecer nestes casos é a sensação de ouvido tampado, zumbido, tontura ou perda auditiva, como explica a especialista, Dra. Tanit Ganz Sanchez, pioneira na realização de pesquisas sobre zumbido no Brasil. “Nessa época do ano as pessoas nadam mais no mar e nas piscinas. Quem nunca ouviu um amigo contando que depois das férias ou de um final de semana na praia ou na piscina, ficou surdo, tonto ou com zumbido no ouvido?”, completa a especialista.

Para evitar isso, pessoas com ouvidos sensíveis à entrada de água devem secá-los adequadamente após cada entrada na água, seja com a toalha sem inserir nada no canal auditivo. E procurar por ajuda médica se o desconforto for muito incomodo.

Acompanhe também as notícias do Maternidade Moderna no Facebook e no Instagram.

Voltar a página inicial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui