Veja quais são os cuidados com as crianças em tempos de pandemia

Covid-19
Foto: Pedro1906 por Pixabay

Não há um número preciso de mortes de crianças vítimas da Covid-19 no Brasil, mas há registros de óbitos em vários Estados.

Apesar da taxa de infecção pelo coronavírus em crianças ser menor em relação aos adultos, é preciso ter muito cuidado com os pequenos em tempos de pandemia.

Não há um número preciso de mortes de crianças vítimas da Covid-19 no Brasil, mas há registros de óbitos no Rio de Janeiro, Bahia, São Paulo e Ceará.

Como prevenir é sempre melhor que remediar, os pais devem ficar atentos aos cuidados com os pequenos durante este período, já que não dá para dizer quando tudo vai acabar e quando nossas vidas voltarão ao normal.

É importante orientar as crianças sobre a forma adequada de higienizar as mãos, a necessidade do uso do álcool gel com frequência, como proceder durante tosse ou espirros, orientando o uso de lenços ou o antebraço sobre a boca para evitar disseminar o vírus através das mãos ou objetos contaminados.

Os pais devem estimular as crianças a expressar os seus sentimentos, que podem ser despertados pela pandemia, como medo e tristeza. Estimule desenhos, brincadeiras. Esses momentos são muito ricos para podermos observar e trabalhar muitas angústias, sentimentos de raiva e ansiedade que possam surgir nesse período de quarentena.

“Aliás, esse não é o momento ideal para lutar contra os eletrônicos. Não se cobre tanto ou se angustie caso o seu pequeno esteja ficando na frente de uma tela mais que o recomendado. Por outro lado, podemos tentar dosar esses momentos para garantir o equilíbrio e aproveitarmos essa oportunidade atual para estreitar os laços familiares e a conexão com os nossos filhos,” explica a Dra. Loretta Campos, pediatra e consultora de Aleitamento Materno.

Rotina

Manter a rotina dentro do possível é muito importante, principalmente agora nesse período sem aulas. É possível criar atividades que envolvam aprendizagem e organização do tempo em família. Planejar a semana junto com a criança pode ajudá-la a ficar menos ansiosa.

A criança deve ser mantida perto de seus pais ou familiares para facilitar a adaptação nesse processo. Se a separação for inevitável, por exemplo, dos avós, cuide para que o contato seja mantido com ligações via telefone ou vídeos.

“Todos têm que tomar um ar, respirar. Mas é importante manter os pequenos o máximo possível dentro de casa. Talvez seja interessante estabelecer uma rotina fixa, para que os pequenos entendam que não são férias e sim algo que está acontecendo no mundo todo. Para as crianças mais velhas, vale mostrar vídeos que expliquem sobre o vírus e como manter a higiene”, diz a médica otorrinolaringologista Dra. Milena Costa.

Manter os pequenos dentro de casa, com o mínimo de contato com outras pessoas é uma tarefa muito difícil, mas fundamental.

Mas quando saírem para brincar no parque, espaço comum do prédio, por exemplo, é necessário alguns cuidados:

  • Mantenham as crianças longe das outras pessoas;
  • Saia por breves momentos para pegar um ar puro;
  • Quanto mais arejado o espaço, melhor!
  • Evite piscina. A água, até onde se sabe, não teria problema, mas é imperativo manter distância uns dos outros
  • O mesmo vale para a praia.

O Maternidade Moderna publicou cuidados simples para evitar a transmissão do coronavírus. Veja aqui:

Veja também:

Acompanhe as notícias do Maternidade Moderna também nas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui