Calma, é preciso entender o porque do xixi na cama.

Se você ainda não passou por isso, vai passar: seu filho acorda e a cama está molhada. É, seu filho fez xixi na cama.

Esta é uma situação comum para as crianças, especialmente no período de desfralde. Porém, quando isso começa a acontecer após os 5 anos é preciso ligar o sinal de alerta: pode ser enurese noturna.

Entenda o processo

Quando a criança começa a desfraldar, entre um e quatro anos, passa por um período de amadurecimento do mecanismo urinário. Mesmo que durante o dia seu filho consiga usar o vaso sanitário é a noite, quando vem o relaxamento do sono, que os acidentes podem acontecer.

Mas o que fazer quando o filho faz xixi na cama?

Primeiro é preciso manter a calma. Os pais devem saber que controle noturno costuma demorar mais do que o diurno. É importante não estressar a criança e nem tratar o problema de maneira inadequada. “Castigar e brigar, nem pensar! Afinal, ninguém faz xixi na cama porque quer”, explica Jussara Cavalcanti, psicóloga da Clínica Maia, especializada em acompanhamento infantil, adolescente e familiar.

A tendência é que com o passar do tempo e o amadurecimento do mecanismo urinário a criança passe a noite seca. Com isso, passa a fazer xixi ao acordar. Para chegar neste ponto é preciso paciência e, principalmente, respeitar o tempo da criança.

Por isso os pequenos necessitam de muito afeto, compreensão, acolhimento e reconhecimento a cada noite seca. Estimulando assim a criança de forma positiva para não comprometer a sua qualidade de vida durante seu desenvolvimento

Mas, se depois dos cinco anos os episódios de xixi na cama acontecerem ao menos duas vezes por semana é hora de procurar um médico.

O que é, afinal, a enurese noturna?

A enurese noturna é o nome que se dá ao xixi involuntário na cama enquanto a criança dorme. “Para considerar que uma criança tem enurese noturna, é preciso que este fato ocorra duas vezes na semana, de forma consecutiva, por aproximadamente três meses”, explica Jussara.

A enurese noturna é um transtorno com grande influência hereditária. Ou seja, se um dos pais fez xixi na cama até depois dos 5 anos, as chances de o filho ter enurese noturna aumentam quase 50%. Se os dois fizeram, este risco pode subir para 80%.

Quais outras situações podem levar a criança a fazer urinar na cama?

Há, ainda, outros fatores que podem desencadear a enurese noturna, como:

  • atraso na maturidade neurológica e fisiológica de controle dos esfíncteres;
  • contração involuntária da bexiga;
  • problemas na produção do hormônio antidiurético, responsável por reduzir a produção de urina à noite;
  • sono pesado;
  • ingestão em grande quantidade de líquidos no período noturno;
  • desfralde antes da hora;
  • mudanças impactantes na rotina da criança (separação dos pais, acidentes, nascimento de irmãos, entrada na escola, etc).

O transtorno atinge cerca de 15% das crianças. Grande parte são meninos. A condição pode ser desencadeado por estresse e ansiedade.

É importante entender que a criança com enurese noturna não faz xixi na cama para chamar atenção. Seu pequeno está sofrendo e é preciso buscar ajuda médica. “A criança precisa entender que o xixi na cama é um transtorno. É uma fase que enfrentarão juntos. Desta forma, a criança deve ser muito mais colaborativa durante o tratamento. Porém, é necessário ter cuidado com as palavras: evitar termos difíceis e comentários que possam fazer a criança se sentir culpada”, explica Dr. Bruno Cezarino, urologista pediátrico e médico do Hospital Sírio-Libanês em São Paulo.

Diagnóstico

O diagnóstico da enurese noturna considera fatores psicológicos. Ainda são considerados alergias e antecedentes familiares.

Além de fazer xixi na cama, outros sintomas como dores para urinar, a urgência para urinar durante o dia pode indicar problemas. Perdas involuntárias de urina várias vezes ao dia também fazem parte dos sintomas. Infecções urinárias acompanhadas de febre, ardência ao urinar e presença de sangue ou pus na urina, podem indicar o transtorno.

Conhecer estes fatores é importate. Mas só os exames clínicos pode podem dar a dimensão do problema para o médico.

A partir destes resultados, o urologista pediátrico poderá indicar o melhor tratamento. Munido dessas informações, que são fornecidas pelos pais, e de exames clínicos, o médico poderá identificar o problema e indicar o melhor tratamento.

Saiba mais

Existe um site especializado em enurese noturna. É o Sem Xixi na Cama, que pode ser acessado neste link. Nele é possível ler informações sobre como lidar com o xixi na cama sem traumas.

O visitante ainda tem acesso a uma lista com os centros de apoio mais próximos a sua região, perguntas e respostas sobre o tema, além de vídeos e um blog.   

Acompanhe também as notícias do Maternidade Moderna no Facebook e no Instagram.

Voltar a página inicial.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui