Como manter o equilíbrio mental, emocional e físico durante a pandemia

equilibrio mental
Imagem de 1388843 por Pixabay

E vamos combinar: a situação fragiliza o nosso equilíbrio mental, emocional e físico.

Vivemos um período de incertezas sobre a nossa saúde e a economia do país por causa da quarentena causada pelo coronavírus. E vamos combinar: a situação fragiliza o nosso equilíbrio mental, emocional e físico, principalmente das mães, que acabam absorvendo a carga maior da situação.

Além de manter a casa limpa, cuidar da alimentação da família, das lições das aulas online dos filhos, de quebra ainda entram na equação o maridão (que nem sempre ajuda) e o trabalho em home office. Ufa, e isso porque você é uma só.

Entenda como este estresse impacta você e veja dicas de como amenizar.

Equilíbrio Físico

Este estresse afeta e muito o corpo. Os impactos podem ser sentidos na pele, nos cabelos, estômago e músculos. Veja abaixo o que pode acontecer com cada órgão:

Pele

A pele é um dos primeiros órgãos a mostrar os sinais do estresse. É comum o aparecimento de problemas como eczema e psoríase, geralmente causados pelo aumento nos níveis de cortisol, hormônio ligado ao estresse que provoca uma resposta inflamatória do organismo.

Os sintomas do eczema são vermelhidão, coceira e descamação da pele. A psoríase também causa manchas vermelhas e coceira, além de ressecamento.

O cortisol também pode causar ainda o agravamento da acne em indivíduos que tenham predisposição a esse problema. “Pomadas, cremes e loções específicos para cada situação ajudam a amenizar a inflamação e tratar a pele. O recomendável é consultar um dermatologista ou procurar a ajuda de um farmacêutico para escolher o produto mais indicado”, afirma o farmacêutico Adriano Ribeiro, da rede de farmácias Extrafarma.

Cabelos

Todo esse estresse pode aumentar a oleosidade dos cabelos e desencadear problemas como a dermatite seborreica, uma doença crônica que pode afetar tanto o couro cabeludo quanto a pele.

A dermatite seborreica se manifesta por meio de lesões avermelhadas, coceira e descamação da pele e é mais comumente observada no couro cabeludo, barba, região da sobrancelha e atrás das orelhas. No couro cabeludo, a descamação da pele causa o aparecimento da caspa.

O uso de shampoos e loções específicos para a dermatite seborreica ajudam a amenizar o problema.

Na outra ponta, há aquelas pessoas que têm os fios mais ressecados em momentos de estresse. Também pode acontecer o aumento dos fios brancos, os fios podem ficar mais finos e mais ralos.

Estômago

O estômago sofre e muito em momentos de estresse. Crises acontece por conta da mudança no nível de acidez do estômago, o que pode causar azia, má digestão, gastrite e, em casos mais graves, a formação de úlceras.

Neste caso a alimentação equilibrada é importante para amenizar problemas digestivos e reduzir os sintomas. É importante o acompanhamento com um médico.

Músculos

Um dos principais sintomas do estresse é a tensão muscular, principalmente na região do pescoço, ombros e costas. O estresse pode causar torcicolos, dores lombares e, em casos em que é mais acentuado, até mesmo dores de cabeça, desencadeadas pela tensão nos músculos das costas e pescoço.

Exercícios de alongamento específicos para essas regiões do corpo diminuem a tensão e as dores musculares. Além disso, mexer o corpo regularmente ajuda a aliviar o estresse.

“Além de afetar diversas partes do corpo, o estresse prejudica o sistema imunológico. No momento atual, é de extrema importância preservar a imunidade do organismo, o que torna essencial buscar formas de combatê-lo”, conclui o farmacêutico.

Equilíbrio Mental

Não basta cuidar somente do corpo, é preciso dar atenção para a mente e alma. Uma alternativa é recorrer à alguma terapia. Toda terapia tem como principal função trabalhar o estado do “ser”, permitindo a melhoria do equilíbrio entre corpo, mente e espírito, independente de crenças.

Apesar disso, ainda existem muitos tabus relacionados ao tema já que muitas pessoas duvidam de que a terapia integrativa pode contribuir para dar mais qualidade de vida a elas.

Mas como fazer terapia em tempos de isolamento social? A internet está aí para resolver, com os mesmos resultados das sessões presenciais.

Para Camila Barone, terapeuta integrativa e lifestyle coach, a terapia holística integra o corpo, as emoções e alma da pessoa, ou seja, tem uma visão mais ampla do todo e por meio desses pontos é possível perceber uma visão mais inteira do nosso ser e seus benefícios são sentidos no dia-a-dia de quem pratica. Neste período de pandemia é essencial cuidar da nossa saúde mental e emocional.

Por buscar o despertar do auto equilíbrio corpóreo/psico/social por meio da correção e harmonização de seus próprios recursos físicos, emocionais e energéticos, a terapia integrativa traz muitos benefícios:

·Autoestima
·Coragem e confiança no agir
·Planejar o futuro
·Uma vida financeira próspera e estável
·O emprego dos sonhos
·Mais saúde
·Estabilidade emocional
·Qualidade de vida
·Otimização de tempo
·Ampliação nos seus relacionamentos
.Ampliação da Consciência

“Existem diversas técnicas que podem ser utilizadas para o equilíbrio energético, espiritual e físico das pessoas, tais como: radiestesia, radiônica, energia taquiônica, EMF Balancing Technique®, Thetahealing®, Ho’oponopono, Toque Orgônico, entre muitas outras. Tudo depende do que a pessoa busca e o que pretende com isso. O importante é ela se sentir bem e confiar no trabalho, pois é essencial que acredite nas técnicas e que exista empatia com o profissional”, aponta Camila.

Veja também:

Acompanhe as notícias do Maternidade Moderna também nas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui