Como ficam as festas infantis durante a pandemia de coronavírus

Festa infantil
Foto: Nadielly Santos - Ifraldas

Qualquer festa é desencorajada neste
momento de pandemia.

Desde meados de março, quando começamos a enfrentar a pandemia causada pelo coronavírus e como consequência entramos em isolamento social.

Com os números de casos positivos da doença e o crescimento das mortes, o temor de sair de casa aumenta, principalmente se há pessoas do grupo de risco morando conosco.

Quando falamos de grupo de risco, estamos nos referindo às gestantes, idosos e pessoas com conformidades, ou seja, que possuem doenças pré-existentes que podem aumentar a probabilidade de contrair o coranovírus.

Por isso todas as festas, comemorações, reuniões familiares, reuniões de amigos, elas são todas desencorajadas desde o início da pandemia. “Existem algumas condições básicas, mínimas que a gente está recomendado para evitar a transmissão desse novo vírus, como o distanciamento social, e essas regras não podem ser cumpridas em um evento, principalmente em uma festa infantil”, explica a médica otorrinolaringologista, Dra. Milena Costa.

A especialista lembra ainda que a criança faz parte de um público extremamente complicado porque não tem os hábitos de higiene das mãos consolidados, não tem a noção de não colocar o brinquedo na boca muito bem estabelecidos, então mais importantemente nesse público é muito recomendável a não reunião durante uma festinha, ou seja lá qual for a motivação.

Apesar de o Brasil estar em isolamento, as crianças continuam nascendo e continuam fazendo aniversário. Como o ciclo natural da vida não para, fica a dúvida: como comemorar estes marcos e garantir a segurança das pessoas que amamos?

Para isso existe a internet e a criatividade.

Confira algumas opções para não deixar uma data ou momento especial não passar em branco.

Aniversário Online

A moda agora é fazer um bolo, decoração e cantar parabéns por chamadas de vídeo! E com o avanço da tecnologia, o que não faltam são aplicativos que cumprem bem esta função.

Nesta matéria, do nosso parceiro Infopapo, você pode conhecer várias opções de aplicativos para chamadas em grupo, confira neste link.

Faça um convite virtual bem legal, com dia e hora da chamada de vídeo. Aí é só aproveitar o momento de cantar parabéns com segurança.

Chá de Fraldas Virtual

Muitos pais passaram a conhecer a possibilidade de fazer um chá de fraldas ou de revelação virtualmente após a chegada da Covid-19 e as medidas de isolamento.

Com a ajuda da internet, os futuros pais conseguem realizar o chamado “chá live” – ou chá de bebê online – transmitidos para amigos, familiares, e, no caso dos influencers, milhares de seguidores. 

Um exemplo é o casal de ex-BBBs Kamilla Salgado e Eliéser Ambrósio. Eles estão a espera de Bento e promoveram evento totalmente on-line. 

“Optamos por fazer o chá virtual em razão das medidas de isolamento social. Nos surpreendemos com tantos recados carinhosos e ainda tivemos a possibilidade de receber fraldas virtuais. Pessoas distantes puderam nos presentear”, comentou Kamilla Salgado.

O chá foi organizado com ajuda de um serviço do site iFraldas. Assim como ocorre com os sites de casamento, a ferramenta permite que a família receba o dinheiro referente às fraldas enviadas pelos convidados e não o produto físico. 

“95% de nossos clientes passaram a utilizar o site para fazer chás virtuais. A procura pelo serviço aumentou 20 vezes, se comparada ao mesmo período do ano passado”, informa a diretora comercial da plataforma, Milene Guerson.

Rifa Virtual

Outra forma de fazer chá de fraldas virtual e que tem feito sucesso na internet é a Rifa Virtual.

A Rifa é composta por números (a quantidade pode variar entre 50 e 100 números, dependendo da preferência do casal.

Os pais podem optar por pagamento em dinheiro (que será usado para comprar as fraldas) ou pela compra de um pacote de fraldas que corresponderá a um número.

prêmio pode ser estipulado pela família, podendo ser valores em dinheiro, kits de beleza entre outros mimos. Após “vender” todos os números, o sorteio é online, feito por live, por exemplo. A entrega das fraldas é definida entre a família e os convidados.

Viu só? Com criatividade, responsabilidade e respeitando as orientações dos órgãos de saúde, é possível fazer o tão sonhado chá de fraldas, só precisa se adaptar à realidade.

Veja também:

Acompanhe as notícias do Maternidade Moderna também nas redes sociais.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui