Chegou a hora do desfralde seu pequeno? Entenda o processo

Fralda
Foto: Brandless on Unsplash

O desfralde deve respeitar o
tempo dos pequenos.

Seu bebê está crescendo e ficando cada vez mais independente. Um processo natural e necessário é o momento do desfralde, que pode acontecer a partir dos 2 anos.

Por mais ansiosa que a mamãe esteja para tirar a fralda, é preciso respeitar o tempo de cada criança. Para que tudo corra bem, os pais precisarão de amor, dedicação e paciência.

“Se os pais forem indecisos, iniciarem e desistirem, forem ansiosos, irritados ou críticos irão afetar a criança que poderá apresentar mais dificuldades e o processo poderá se dar até mesmo com traumas nessa fase”, afirma o Dr. Roberto Debski, psicólogo e médico.

O desfralde diurno é geralmente mais fácil principalmente quando a criança está na escolinha e outros amigos também já estão no processo. O desfralde noturno costuma ser mais difícil requerendo um maior desenvolvimento neurológico da criança.

Passando pelo processo

A publicitária Marielle Blaskievicz, de 40 anos, passou pelo processo com seu filho, Heitor Blaskievicz Stockchneider, de 2 anos e 8 meses.

Ela conta quando seu pequeno completou 2 anos a professora da escola disse que já tinha outros amigos fazendo xixi e coco no vaso e que as outras crianças estavam curiosas e achou que era a hora dele. A mãe então enviou várias cuecas e roupas extras necessárias para o processo.

Em uma semana a professora disse que o menino estava desfraldado e que estava tudo bem na escola. Mas em casa a situação era diferente. “Notamos que esse super bem era na escola, com a gente não ia super bem. Pelo contrário, até hoje ele faz coco andando de bicicleta com a gente, pulando no sofá, o que me demonstra que ele ainda não está pronto”, conta Marielle.

Realmente a criança pode começar o desfralde, mas nem sempre está completamente pronta para abandonar as fraldas.

“Algumas crianças levam poucas semanas para aprender a usar o banheiro, enquanto outras podem demorar até seis meses e precisar de maior atenção, ” explica a pediatra Drª Loretta Campos.

O processo de desfralde

O início do desfralde sempre gera grandes dúvidas nos pais. Esse deve ser um momento tranquilo que exige muita paciência e dedicação.

“Tenho notado que nos últimos dias as vezes ele se incomoda com a fralda suja e pede para trocar, o que acho uma evolução também, sinal, digamos assim”, diz a mamãe Marielle.

A mãe está certa. A partir dos dois anos geralmente a criança já entende os comandos e ela mesma começa a noticiar quando está fazendo xixi ou cocô na fralda. Esta fase também vai começar a gerar incomodo/nojo, sinalizando o período ideal para iniciar o processo sem traumas.

Uma dica é mostrar outras pessoas da família e/ou coleguinhas usando o banheiro. Quando o pequeno usar o peniquinho ou até mesmo o vaso, sempre estimule-o com elogios, mostrando que este é um processo natural.

Dificuldades

Apesar de ser um processo natural, não é fácil, pois a criança está se descobrindo.

“Quando os escapes acontecerem, lembre-se, nada de broncas. Este processo precisa ser harmonioso e divertido”, explica Jussara Cavalcanti, psicóloga da Clínica Maia.

Para os pais que tentam o processo e desistem é importante voltar no assunto com calma, mostrando livros infantis sobre o assunto e sempre incentivando a usar o banheiro quando perceber a necessidade, porém sem alarme. “Deixar brinquedos e um ambiente acolhedor é uma forma da criança entender que está segura e que esse processo apenas facilita o dia a dia dela”, afirma Franciane Péterle de Assis, Psicóloga Positiva e Master Coach.

Apesar de ser um processo natural, é importante que os pais saibam que há vários impactos negativos caso essa fase não seja bem feita. Neste fase a criança está sendo ensinada a controle as fezes e a urina. “Qualquer experiência frustradora ou prazeroso nessa fase em relação ao coco ficará registrada no seu subconsciente e deixará consequências psíquicas que para sua vida”, afirma Pollyanna Esteves, psicoterapeuta.

Caso a criança não consiga se adaptar ao desfralde é importante procurar ajuda psicológica para entender o porque.  “O importante é não demorar até que a criança esteja crescida, pois ela cria um apego a fase e assim acaba se tornando mais difícil e traumático para ela, como se tivessem tirando algo dela que ela gosta”, completa a psicóloga Franciane.

Quase lá! Quando a criança está perto de desfralde

“No dia do réveillon costumamos fazer papéis para queimar com aquilo que queremos deixar pra trás e ele participou. Eu incentivei ele a escrever que em 2020 vai deixar as fraldas, ele queimou, foi legal. Espero que isso ajude ele a dar o novo passo”, lembra Mariella.

Veja o vídeo que a mãe fez, com o pequeno determinado:

A Drª Loretta mostra os 10 erros mais comuns na hora do desfralde:

1) Começar antes da hora – o ideal é a partir dos dois anos, pois nesta fase as crianças têm autonomia para andar, tirar a roupa e expressar que estão incomodadas com o cocô.

2) Expor a criança em lugares públicos – ir ao banheiro é algo privado, portanto, tente utilizar o sanitário com a porta fechada e penico sempre no banheiro, nunca na sala, quarto.

3) Delegar a tarefa unicamente para a escola – tente começar a retirada das fraldas em casa, de preferência nas férias, sem muito estresse. A escola deve ser só um apoio.

4) Pressionar a criança para ser rápida – o desfralde requer tempo e paciência. Leve livrinhos, joguinhos para tornar o momento prazeroso.

5) Não providenciar itens de apoio – precisa providenciar um penico ou redutor de vaso sanitário. A criança precisa de conforto. E se faz necessário o apoio para os pés!

6) Esperar a criança pedir para ir ao banheiro – comece retirando a fralda do dia e pergunte ou leve a criança ao banheiro a cada duas horas.

7) Dar bronca se a criança não consegue se segurar – nunca diga você se sujou de novo ou você não aprende.

8) Fazer cara de nojo quando acontece um escape – os escapes, principalmente os noturnos, são frequentes. Pode durar em média até os quatro anos e algumas crianças até seis anos de idade.

9) Colocar roupas difíceis de tirar – se a criança pede para ir ao banheiro os pais têm de agir rápido. 

10) Escolher um momento de estresse para tirar a fralda – toda paciência é pouca.

Acompanhe também as notícias do Maternidade Moderna no Facebook e no Instagram.

Voltar a página inicial.

1 COMENTÁRIO

  1. Olá Maternidade Moderna, tudo bem? O Super Mictório Infantil do Sapinho ajuda os meninos no desfralde, tornando esta fase em uma experiência divertida e prazerosa, desenvolvendo a independência do seu filho. Para saber mais, acesse o link: bit.ly/supermictoriosapinho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui